A influência do aprendizado da máquina na gestão logística

aprendizado da máquina tem uma relação com a inteligência artificial e promete revolucionar a gestão logística. O armazém do futuro será mais conectado e eficiente, pois os equipamentos ficarão interligados e terão a capacidade de gerar dados preciosos para os gestores.

Essa possibilidade de aprendizado das máquinas vai gerar muito mais agilidade e inovação nos centros de distribuição. Saiba mais a seguir!

O QUE É O APRENDIZADO DA MÁQUINA?

Também conhecido como machine learning, o conceito se refere aos equipamentos que foram programados para aprender. Eles utilizam algoritmos e estratégias de análise para verificar os dados e gerar informações com significado.

Por isso, o termo está relacionado à inteligência artificial, pois essa característica permite que as máquinas desenvolvam um aprendizado constante. A cada ação ou dado novo que chega ao equipamento, ele será capaz de se adaptar de forma automática para aperfeiçoar a execução de determinada tarefa.

Tudo isso é feito sem qualquer interação humana, pois os algoritmos permitem análises precisas para as máquinas criarem respostas automáticas, o que diminui as chances de erro. Portanto, pode-se dizer que o armazém do futuro será mais eficiente.

COMO O MACHINE LEARNING VAI PROMOVER MUDANÇAS NA GESTÃO LOGÍSTICA?

A aprendizagem das máquinas proporcionará alterações significativas nos centros de distribuição. Ela valorizará o uso dos dados para identificar padrões e promover mudanças na gestão logística sem qualquer interferência humana.

Um exemplo dessa funcionalidade no cotidiano das pessoas é o projeto de carros autônomos da Google. O algoritmo usado na ferramenta é capaz de identificar o que é um pedestre, por meio de imagens que foram inseridas na máquina, e assim, promover a parada do veículo sempre que alguém atravessar a rua. Mas, qual será o impacto do machine learning no armazém do futuro? Veja a seguir!

## IDENTIFICAÇÃO DE ATRASOS

Como você já sabe, a gestão logística depende de processos integrados para reduzir custos e evitar os atrasos na entrega ou produção de produtos. Sendo assim, essa capacidade de aprendizado das máquinas permitirá o uso dos dados para criar cronogramas específicos e antecipar informações sobre a cadeia produtiva.

Tecnologias como o machine learning permitirão uma visibilidade maior dos centros de distribuição a fim de evitar atrasos e se preparar para imprevistos.

## SOLUÇÕES PREDITIVAS

O desenvolvimento de ferramentas com capacidade de aprendizado levará às empresas software mais inteligentes para a operação logística. Isso vai resultar em análises preditivas sobre a quantidade ideal de inventários para atender às demandas dos pedidos de clientes.

As soluções também vão ajudar o gestor a analisar melhor os fatores de risco (como alta do dólar, mudanças no mercado nacional) para precificar os produtos de maneira correta a fim de garantir a lucratividade da empresa.

Essas tecnologias ainda vão facilitar a identificação dos meios de transporte mais adequados para enviar as mercadorias, e rotas que geram mais atrasos.

## TRANSPORTE EFICIENTE

O uso de algoritmos nos centros de distribuição também vai contribuir para levar mais agilidade ao transporte de mercadorias. São esses dados que permitem que a Amazon, por exemplo, consiga entregar os produtos dentro do prazo prometido ao cliente.

Como isso acontece? As ferramentas inteligentes fazem o cálculo das melhores rotas conforme os riscos de cada caminho e o prazo de entrega prometido. Elas também fazem o acompanhamento desse processo para garantir que a mercadoria chegue na data estabelecida.

Consequentemente, a companhia consegue proporcionar uma experiência cada vez melhor ao cliente.

## DIMINUIÇÃO DE CUSTOS

As soluções vão auxiliar o gestor a planejar melhor a aquisição de produtos para o estoque. Assim, não será necessário adquirir muitos itens (que podem ficar obsoletos) e gerar gastos desnecessários para a empresa. Isso permitirá que a companhia tenha uma relação mais próxima ao fornecedor para assegurar uma entrega mais frequente dos itens.

A capacidade de aprendizado das máquinas também vai ajudar a identificar as tendências de consumo do mercado e gerar uma visão ampliada do negócio. Essa característica vai permitir que o gestor visualize os produtos que têm maior saída ou aqueles que devem ser descontinuados, conforme essa previsão das vendas.

Em conjunto, essas práticas vão gerar a diminuição dos custos da companhia e o aumento da lucratividade.

RELATÓRIOS DE DESEMPENHO

Os sistemas inteligentes vão facilitar a geração de relatórios de gestão logística, o que vai beneficiar a empresa como um todo. Eles virão cobrir as lacunas existentes nas operações e ampliar o desempenho de toda a equipe.

Percebeu como a capacidade de aprendizado das máquinas vai revolucionar o armazém do futuro? Se a sua companhia não se preparar para essa mudança, ela sofrerá uma concorrência ainda mais acirrada.

Descubra como ir além da automação para gerar inovação na cadeia logística!

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?