Business Intelligence: solução para aperfeiçoar a gestão logística

O Business Intelligence é uma ferramenta estratégica para a administração da gestão logística de uma empresa. Com ela, o gestor consegue visualizar dados importantes sobre a companhia ao criar relatórios que favorecem a identificação de oportunidades de negócios e a aplicação de recursos.

Como consequência, é possível obter uma relação melhor com fornecedores e clientes e tomar decisões estratégicas para o futuro da corporação. Quer entender melhor como o Business Intelligence contribui para o crescimento da companhia? Veja a seguir!

 

A IMPORTÂNCIA DO KPI PARA A GESTÃO LOGÍSTICA
O Business Intelligence (BI), com base nos dados transacionais da empresa, fornece importantes indicadores para o desempenho do negócio: os KPIs (Key Performance Indicators).

O KPI é uma maneira inteligente de mensurar os resultados da companhia, com base em dados. Cada área da empresa pode definir seus indicadores de acordo com as atividades desenvolvidas e a influência no sucesso da empresa.

A área de logística, por exemplo, lida com muitos processos que podem influenciar o relacionamento com clientes e fornecedores e, consequentemente, o lucro do negócio. Entenda mais sobre as vantagens de se preocupar com o KPI na gestão logística.


## Identificação de gargalos de produtividade ##
Ao acompanhar as taxas de entregas de produtos é possível perceber se elas são realizadas em tempo hábil ou com atraso. Ao identificar um elevado índice de demora, o gestor pode verificar onde está o problema no processo.

Seria a falta de produtividade da equipe? Erros nas rotas? Ou falta de capacidade de atender os pedidos? Esse KPI poderá indicar onde há deficiências que prejudicam a qualidade da prestação do serviço.


## Diminuição das perdas ##
Ao definir o KPI que é importante para a gestão logística, é possível aprimorar as rotinas e diminuir as perdas no setor. Por exemplo, ao utilizar um software para monitorar o desempenho dos processos é possível identificar onde há perdas de produtos ou baixa produtividade.

Com o indicador de estoque, o gestor pode identificar onde há desvios, erros nos faturamentos ou perdas. Diante disso, conseguirá planejar melhor as ações para evitar roubos durante o transporte de cargas ou correção dos processos de cobrança.

Consequentemente, será possível otimizar os trabalhos para favorecer o crescimento da empresa. Muitas vezes, medidas simples como um treinamento melhor da equipe ou o monitoramento correto dos processos pode oferecer resultados inestimáveis, trazendo retorno em agilidade dos processos, cumprimento de prazos e satisfação de clientes.


## Gestão das Informações ##
O KPI também é uma ferramenta substancial para fornecer informações relevantes sobre a empresa e proporcionar mais segurança na tomada de decisões. Ao visualizar os dados corretos dentro do sistema de logística, o gestor poderá redirecionar atividades e tomar decisões mais corretas para a alocação de recursos, criação de vantagem competitiva e definição de estratégias.


O KPI COMO FERRAMENTA DE BUSINESS INTELLIGENCE
Cabe ao setor de logística identificar os KPIs que mais se adequam às atividades da companhia. Entretanto, é importante que o gestor se lembre que os indicadores devem proporcionar dados úteis para o aperfeiçoamento das atividades. Confira alguns exemplos que podem ser aplicados:

## Entrega de pedidos dentro do prazo ##
Quando um produto é entregue ao cliente com atraso isso pode prejudicar a imagem da empresa e a confiança para novos pedidos. Imagine a situação: uma grande companhia depende da entrega de matéria-prima para produzir seus itens. Mas eles chegaram com 10 dias de atraso. Como isso afetará a sua rotina de produção?

Por isso, independentemente se a companhia faz entrega para o consumidor final ou para outra empresa, é essencial acompanhar o indicador de atendimento de pedidos.

Para isso, o gestor pode avaliar o número de itens entregues, verificar se o prazo foi cumprido e se houve devoluções de produtos com defeitos, por exemplo. Se houver falha em algum desses itens isso pode prejudicar os resultados da companhia.

Afinal, isso aumentará o custo envolvido na devolução, readequação do produto com defeito e sequência de atividades desenvolvidas pelos colaboradores. Como monitorar o KPI? Muitos softwares de logística permitem a integração e comparação das informações, favorecendo a criação de relatórios detalhados.


## Rastreamento de estoques ##
Alguns sistemas do mercado também facilitam a verificação do nível de estoque de matéria-prima para produzir os materiais. Basta fazer uma comparação entre o que foi adquirido e o que foi utilizado na confecção dos itens.

Esse é um indicador de desempenho que contribui para que a empresa possa atender os pedidos de clientes e fazer novas solicitações aos fornecedores.


## Dados de ocupação do armazém ##
Fazer a curadoria do estoque permite identificar a exatidão das informações, por meio da comparação entre o que está armazenado e o que foi registrado no setor contábil.

Esse KPI é uma importante ferramenta para a companhia, visto que favorece a identificação de extravios, avarias e erros na gestão logística. Isso também evita que o setor de compras faço pedidos de novos produtos, sem que haja necessidade.


## Prazo para conclusão de atividade ##
Mais conhecido como lead-time, esse KPI identifica o período necessário para a conclusão de determinada atividade dentro da empresa. Na gestão logística, por exemplo, ele pode compreender o prazo entre a solicitação de um pedido ao fornecedor e o recebimento da mercadoria.

Ele também pode identificar o tempo necessário entre o recebimento de um pedido do cliente, a produção e a entrega. Esse KPI favorece o aperfeiçoamento dos processos da organização com o intuito de garantir a satisfação do cliente.

 

SOLUÇÕES PARA A GESTÃO LOGÍSTICA EFICIENTE
Talvez você esteja se perguntando: “como monitorar tantos indicadores?” As soluções mais modernas e flexíveis do mercado fazem a rastreabilidade total das operações. Elas favorecem a geração de relatórios que serão imprescindíveis para o Business Intelligence da companhia.

Determinados softwares de logística permitem a criação de indicadores de KPI e dão facilidade para a extração desses dados na plataforma. Muitas vezes, eles também são user friendly, permitindo a criação de visões, relatórios e gráficos. Veja alguns exemplos de informações que podem ser geradas:

  • Ocupação do armazém;
  • Visão do estoque;
  • Produtividade da operação com base nas consultas das transações;
  • Rastreabilidade do lote;
  • Visão de separação atual, com identificação de quanto foi reservado, conferido e quanto falta.
  • Criação de metas e alertas para identificar o cumprimento dos objetivos.


Quanto mais flexível é a ferramenta, maior é a possibilidade de customização dos relatórios. Isso contribui para o BI da companhia e o crescimento do negócio.

Viu como o KPI é uma ferramenta estratégica para a gestão logística da companhia? Descubra o que analisar na hora de escolher um software para gerir o BI da sua empresa!

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?