Tecnologia leva inovação para a gestão de logística do futuro

A gestão de logística contará, cada vez mais, com recursos tecnológicos para levar a inovação ao armazém do futuro. Em empresas de grande porte, como a Amazon, esses processos já ocorrem e outras companhias estão se adaptando a essa tendência.

Os robôs, o business intelligence e a integração de plataformas são apenas algumas das tendências que começam a ganhar mais força na cadeia logística. Quer entender melhor esse assunto e preparar a sua empresa para esse cenário? Acompanhe!

 

INOVAÇÃO NA GESTÃO DE LOGÍSTICA
As companhias precisam se manter atualizadas sobre as mudanças nos cenários do mercado e a cadeia de suprimentos está passando por uma transformação muito forte. A gestão será cada vez mais rápida e bem organizada.

Até 2023, 78% das empresas varejistas dos Estados Unidos esperam entregar os produtos no mesmo dia para os clientes. Para 2028 a perspectiva é ainda maior: os pacotes chegarão aos consumidores em até 2 horas. Isso só será possível com uma mudança radical no armazém e o uso de tecnologias mais eficientes. Conheça as principais a seguir: 

 

##1 Empilhadeiras autônomas e uso de drones
Os carros autônomos estão no mercado e esse cenário também já é possível para os caminhões. O modelo existe e foi apresentado em um evento na Alemanha. É possível ter um caminhoneiro dentro do veículo ou deixá-lo no modo automático.

Também já é utilizada a tecnologia para fazer o empilhamento e retirada de produtos de forma automática. Os robôs da Amazon são um exemplo de como essa solução pode levar mais agilidade para os armazéns.  

Também complementa essa visão do armazém do futuro o uso de drones para realizar a entrega de mercadorias. A utilização desse recurso ainda depende de medidas regulatórias de uso do espaço aéreo, mas a Amazon já tem toda a ideia elaborada para promover o envio rápido de produtos para curtas distâncias.


##2 Internet das coisas
Provavelmente, você nunca tinha sonhado que a sua televisão ou o ar-condicionado poderiam se conectar com a internet, certo? Só que isso já é realidade na vida das pessoas e também está cada vez mais presente no contexto empresarial.

Os equipamentos e dispositivos contam com recursos para serem integrados à internet. Essa funcionalidade é conhecida como internet das coisas (IoT) e está abrindo muitas oportunidades na gestão de logística.

Os sensores conectados às cabines dos caminhões, por exemplo, estão conectados a um sistema da empresa para fazer o rastreamento da carga. Eles processam e transmitem as informações para a equipe, que pode tomar decisões baseadas em dados. A rodovia está com muito congestionamento? Talvez seja necessário mudar a rota para enviar a mercadoria em tempo hábil.

A RFID (identificação por radiofrequência) também ganha um uso a mais nesse processo. Ela não funciona apenas para rastrear os estoques das empresas, mas pode ser uma fonte valiosa de informação para monitorar contêineres, por exemplo.


##3 Big Data
O Big Data vai gerar um volume de dados cada vez maior que podem ser usados pelo gestor para avaliar o cenário da companhia. A Amazon já está criando recursos utilizar apenas os dados essenciais e fazer análises preditivas das informações.

A companhia trabalha em várias frentes para reduzir o tempo de entrega aos consumidores, e os dados são parte essencial desse processo. Uma metodologia é deixar o produto em um local mais próximo do cliente. Por exemplo, criar um armazém em Santa Catarina para atender ao público deste estado. Assim, quando o consumidor finalizar a compra (com o preenchimento do endereço), o material será destinado à residência da pessoa.

Como isso funciona? A empresa pode utilizar o volume de pesquisas dos consumidores no Google por determinado produto. Esse interesse é identificado pelo Big Data, gerando uma análise preditiva da necessidade da mercadoria em determinado estado, por exemplo.


##4 Blockchain
Essa tecnologia promete emergir como um novo sistema operacional para favorecer as cadeias de suprimentos.  

Por exemplo: é comum que em uma operação de logística os fornecedores não consigam entregar as mercadorias intactas ou no tempo prometido. Isso gera atrasos ou punições para a organização que encaminha os itens. 

A tecnologia blockchain vai evitar esse tipo de situação. Ela facilita a negociação de contratos com fornecedores que cumprem exatamente os termos. Ela também permite o uso de sensores inteligentes para gerar dados sobre o estado de entrega das mercadorias. 

Isso possibilitará a cobrança imediata caso haja algum erro na entrega. No futuro, a expectativa é que esse recurso seja ainda mais amplo, permitindo o gerenciamento completo de fornecedores desde o início do pedido.


##5 Impressora 3D
As impressões 3D também vão gerar mudanças na cadeia de logística. Isso possibilita a customização e uma produção descentralizada dos produtos, evitando, assim, a confecção em grande escala. 

Essa tecnologia diminui as distâncias do envio de mercadorias, uma vez que elas poderão ser confeccionadas em diferentes regiões com o uso da impressora 3D. Outro benefício é a redução dos altos níveis de estoque, uma vez que essa inovação permite que a empresa produza os itens apenas após o pedido, já que o equipamento garante agilidade e eficiência aos processos produtivos. 

As montadoras de veículos como Ford, Audi e Mercedes já usam essa tecnologia para fazer a confecção de peças de reposição, assim como os componentes da linha produtiva. Esses materiais são entregues com maior rapidez aos clientes e ainda podem ser usados como protótipos para novos modelos.

 

Como você pode perceber, a tecnologia é fundamental para sustentar as operações logísticas do armazém do futuro. Uma solução como o WMS HighJump consegue integrar as diversas plataformas e gerar dados relevantes para o gestor, proporcionando a adoção de melhorias na cadeia de supply chain.

A tecnologia é capaz de levar inovação, velocidade e eficiência para a operação logística, reduzindo as intervenções manuais nos processos. Ela também contribui para melhorar a gestão de estoques, reduzir as perdas da companhia e aumentar a lucratividade com processos mais efetivos.

Se você acredita que a sua empresa precisa aperfeiçoar a gestão logística, é importante conhecer as ferramentas podem apoiar o crescimento da empresa.

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?