Menos estoque, mais transporte: a gestão da logística do futuro

O setor de gestão de logística está passando por drásticas transformações — podemos observar várias mudanças nos processos operacionais e nos hábitos de consumo, sendo necessário se adaptar  para que o seu negócio esteja ajustado ao armazém do futuro. E, claramente, um sistema WMS robusto e de confiança é o parceiro ideal para ajudá-lo a transpor esses desafios.

Uma das principais inovações esperadas para os próximos anos, por exemplo, é que o setor logístico passe a priorizar mais o transporte. Será que a sua empresa está pronta para abraçar a revolução digital e manter um alto nível de competitividade frente à concorrência?

 

ENTREGAS EXPRESSAS E O NOVO VAREJO

O conceito de same day delivery já é algo comum em países estrangeiros, mas ainda caminha a passos lentos aqui no Brasil. Essa tendência refere-se à prática de realizar a entrega da mercadoria ao cliente, no mesmo dia em que ele finaliza a compra — um diferencial muito importante em tempos de crise financeira, quando oferecer descontos ou promoções já não é mais o suficiente.

E, para que isso seja possível, é essencial contar com a ajuda de recursos tecnológicos, como um sistema WMS de logística que aumente a acuracidade do estoque.

O fim das lojas físicas?

Já falamos anteriormente a respeito do conceito omnichannel, que visa integrar e harmonizar da melhor forma possível, a experiência do cliente nos diversos canais de varejo (físico e online). Com o crescimento dessa tendência, já é possível observar, especialmente nos Estados Unidos, um crescimento no número de lojas físicas que estão fechando suas portas e usando a sua estrutura apenas para permitir a retirada de mercadorias adquiridas via e-commerce.

Grandes redes varejistas, por exemplo, já optaram por encerrar suas lojas nos últimos anos. Trata-se do in-store fulfillment, o uso de lojas físicas para atender a pedidos online, o que torna o varejo mais eficiente e mantém a sua viabilidade econômica. Por mais que esse conceito possa parecer desvantajoso, o uso de uma grande rede de lojas físicas se prova um diferencial competitivo enorme para expandir a rede logística de uma companhia.

 

MAIS DO QUE ARMAZENAR MERCADORIAS

A gestão de logística precisa se preparar para os armazéns do futuro que, mais do que simplesmente ser um espaço para armazenar mercadorias, se tornará um prestador de serviços que agregará mais valor à cadeia de suprimentos. A ideia é que o centro de distribuição seja capaz de realizar tarefas de manufatura leves, como conversão, impressão 3D e personalização de pedidos — algo que o modelo de negócios adotado por fábricas tradicionais não é capaz de atender.

 

DECISÕES DATA-DRIVEN

É crescente a necessidade de usar dados analíticos para tomar decisões mais ágeis e reinventar a si mesmo de acordo com as rápidas mudanças que ocorrem no mercado. Um mundo mais complexo exige resoluções mais sofisticadas e, dessa forma, quem trabalha com gestão de logística precisa saber muito bem como extrair dados úteis e fazê-los trabalhar ao seu favor, com o intuito de otimizar processos e alinhar operações.

Um sistema WMS capaz de extrair esses dados e transformá-los em relatórios inteligentes, permitindo a definição de Indicadores-Chave de Desempenho (KPIs) e oferecendo uma ampla visão do mercado, facilitarão muito a vida dos gestores durante a transição para os armazéns do futuro.

 

IOT E SISTEMAS WMS DE LOGÍSTICA: UMA RELAÇÃO ÍNTIMA

Por fim, não poderíamos deixar de falar também sobre o conceito de Internet of Things (IoT ou Internet das Coisas em português), uma tendência tecnológica que já se provou útil em diversos segmentos e agora, passa a revelar sua utilidade também na área de gestão de logística. Armazéns e centros de distribuição estão cada vez mais equipados com dispositivo robotizados e sensores inteligentes, que tornam a rastreabilidade e a acuracidade mais eficaz e precisa.

É possível acompanhar entregas e movimentações dentro do armazém em tempo real, além de automatizar grande parte das tarefas cotidianas do inventário. Isso é bom não apenas para o distribuidor, mas para toda a cadeia de suprimentos — porém, novamente, para fazer a integração e o correto gerenciamento de todos esses recursos tecnológicos, é essencial contar com um sistema WMS capaz de suportá-los e adaptá-los aos seus processos internos.

 

UMA CASA PARA AS INOVAÇÕES

Enfrentar todas essas tendências e integrá-las ao seu armazém não é uma tarefa fácil. Para suportar todas essas mudanças e abraçá-las sem prejuízos ao seu armazém ou centro de distribuição, um sistema WMS flexível e que consiga se adaptar às necessidades do seu negócio é essencial — afinal, é esse tipo de plataforma que você usará para recolher dados estatísticos e estudá-los, bem como gerenciar recursos tecnológicos e otimizar seus processos logísticos.

Sendo assim, a menos que você queira ficar para trás nessa corrida pela adoção de novas tecnologias, é de suma importância escolher um parceiro que seja referência no mercado para lhe prover um WMS de logística que o acompanhará durante a evolução do seu empreendimento. Um fornecedor experiente poderá orientá-lo durante o processo de transição e ajudá-lo a escolher as melhores práticas possíveis para otimizar o seu armazém.

Faça a escolha certa!

 

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?