Será que é hora de investir em um sistema WMS?

Será que está na hora da sua empresa investir em um sistema wms ou trocar por um mais completo? Quando você começa a identificar falhas nas operações é o momento ideal de avaliar a necessidade de utilizar a tecnologia a seu favor e aperfeiçoar sua gestão de logística.

Um software moderno e flexível permite a identificação de KPIs (key performance indicator) e a otimização das operações, reduzindo custos e aumentando a lucratividade da companhia.

Quando é o momento certo de adquirir um sistema de gestão de logística?

 

Geralmente, quando os processos de logística são falhos e ineficientes a companhia perde muito dinheiro. As operações não podem mais ser vistas apenas como o despacho de mercadorias. E o gestor precisa analisar o contexto: desde o recebimento de matéria-prima até a entrega ao cliente, dentro do prazo.

Então, será que sua empresa comete alguns erros que podem comprometer toda a operação? Descubra os principais problemas nos processos logísticos e saiba como contorná-los:

1- FALTA DE PLANEJAMENTO

 

Se sua empresa age apenas no método “ação e reação”, isso pode ser um grande problema. Não é possível apenas esperar os pedidos chegarem para planejar como será feita a  entrega dos itens.

O planejamento logístico é essencial para garantir a produtividade da equipe e identificar todos os fluxos do negócio. É por meio dele que o gestor reconhece os pontos fortes e fracos da operação e consegue corrigir os aspectos necessários.

Por exemplo: faz parte do planejamento a escolha da transportadora ideal, baseada em preço, qualidade do frete, respeito aos prazos e segurança para as mercadorias. Por isso, essa análise precisa ser feita com antecedência para que o gestor possa identificar as melhores opções.

É importante que esse planejamento seja realizado para todos os processos para tornar a gestão de logística mais eficiente. A prática ainda contribui para diminuir os custos empresariais e utilizar o tempo da equipe de maneira produtiva.

Portanto, o plano de ações deve conter as metas da empresa, estratégias para alcançá-las, procedimentos que devem ser realizados, equipamentos necessários e indicadores de desempenho a serem acompanhados.

2- AUSÊNCIA DE UMA VISÃO INTEGRADA

 

Provavelmente, você tem tantas tarefas a cumprir que não tem tempo de avaliar toda a cadeia logística. E isso é um grande erro, pois cabe ao gestor ter uma visão ampla e integrada das operações.

Se você não sabe a quantidade de matéria-prima disponível para a produção, como vai garantir a entrega de mercadorias dentro do prazo? É muito importante acompanhar o ciclo de pedidos dos clientes, desde a solicitação até a entrega e o pagamento.

Para isso, você precisa manter um bom diálogo com a equipe, com o setor comercial e com os parceiros do negócio. A prática ajuda a deixar as operações logísticas mais organizadas e a resolver urgências. Ao manter um diálogo próximo com o fornecedor, por exemplo, você pode pedir a ajuda dele e solicitar uma entrega mais rápida, caso falte um produto no estoque.

Outra maneira de ampliar a visão sobre o negócio é com a utilização de um sistema wms. Ele ajuda você a configurar as tarefas de acordo com as prioridades e com base nos critérios de rotatividade e proximidade da data de entrega.

A solução wms também ajuda a equipe a planejar a separação de ordens e a organizar as cargas de acordo com a rota dos caminhões. Ela dá uma visão geral sobre a operação logística para otimizar os processos do início ao fim.

3- PROCESSOS MANUAIS E SEM REGISTRO

 

Não é mais possível depender de procedimentos manuais e planilhas no Excel para acompanhar as operações logísticas. Em um mercado competitivo a empresa precisa se atualizar e otimizar a gestão.

Ao realizar as atividades de maneira manual, você não consegue avaliar todas as informações e ter qualidade nas atividades. Afinal, fica difícil lembrar de registrar tudo que acontece na empresa.

Já se você utiliza um sistema wms, consegue levar automação para a companhia e acompanhar a rotina da equipe. É possível atender às demandas dos clientes com mais agilidade e reorganizar os produtos no armazém a fim de ter melhor custo-benefício. Isso gera espaço no CD e cria mais tempo para você gerenciar outras demandas.

Além do mais, uma solução tecnológica auxilia você a manter sempre um nível adequado de estoque para conseguir atender o volume de vendas da empresa. Assim, você evita excesso de itens (que gera custo para a companhia) ou a falta de mercadorias (que pode prejudicar a credibilidade da marca).

4- FALTA DE ACOMPANHAMENTO DOS RESULTADOS

 

Talvez o seu problema não seja a ausência de planejamento ou uma visão integrada do negócio, mas a falta de acompanhamento dos resultados. A sua empresa produz e entrega as mercadorias aos clientes, porém, ninguém sabe identificar como estão os resultados?

Pois é, se você não define e acompanha os principais KPIs, fica impossível saber se a companhia está alcançando as metas. Monitorar os resultados é imprescindível para saber se a organização está no caminho certo e se a gestão de logística é eficiente.

Tudo isso ajuda a identificar as falhas nos processos ou as atividades que trazem mais resultado, o que pode auxiliar na mudança de estratégias. Por isso, você deve identificar os principais indicadores para a sua empresa e acompanhá-los com um sistema wms:

  • Índice sobre o cumprimento dos prazos de entrega;
  • Custos operacionais;
  • Acuracidade do inventário;
  • Visibilidade dos estoques.

 

Se a sua empresa apresenta um ou mais desses problemas que listamos, está na hora de considerar a possibilidade de investir em um sistema wms. A ferramenta pode ajudá-lo a aperfeiçoar a gestão de logística e aumentar o lucro da empresa.

Você tem essas falhas na operação? Então entenda como aumentar a produtividade do seu armazém com um software de logística!

 

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?