Sistema WMS guiado por flags ou por processos: qual gera maior resultado?

O mercado de sistemas WMS (Warehouse Management System) está repleto de soluções diferentes que prometem facilitar a gestão da logística de uma empresa — Porém, você sabe reconhecer qual deles é realmente atraente para o seu negócio?

Muitas das plataformas disponíveis atualmente, ainda são guiadas por arquiteturas ultrapassadas e típicas de soluções mais antigas, com uma estrutura nada flexível. Neste sentido, há duas vertentes de sistemas: os guiados por flags e os guiados por processos, mas você sabe realmente a diferença e o impacto que isto causa no seu negócio?

Afinal, o que são flags?

Uma flag nada mais é do que um mecanismo lógico usado em programas de computador e que atua como uma espécie de interruptor. Basicamente, o software analisa a condição de uma variável (ligado ou desligado, sim ou não) para realizar operações e exibir informações.

Sendo assim, um sistema WMS guiado por flags possui variáveis pré-programadas para atender variações conhecidas de processos.

Por que flags não são mais o suficiente?

O problema dos sistemas guiados por flags é que eles apenas são flexíveis tanto quanto a combinação de flags permite ser, limitado a um cenário previsto, do qual, vale a pena ser investido na perspectiva de desenvolvimento de um software.

Quando uma necessidade específica é identificada, estes sistemas necessitam de morosas customizações em código fonte, ou sua empresa tem de se adaptar e trabalhar da forma que o sistema exige. A grande questão é: a logística da sua empresa é estática o suficiente para poder contar com isso?


A ilusão de que sistemas resolvem todos os problemas

É comum criar expectativas altas quando se busca uma solução no mercado, mas é importante entender que, nenhum sistema poderá levar todas as variáveis possíveis em conta, isto não seria nem viável, já que todo armazém e todo negócio tem suas particularidades, principalmente quando falamos de logística, aquela área que precisa atender tanto às necessidades do cliente quanto da empresa e passa por constantes mudanças o tempo todo, tanto em termos tecnológicos (RFID por exemplo), quanto em termos mercadológicos (Omnichannel).

Dentre todos os sistemas empresariais, o WMS é um dos que mais necessita de flexibilidade no mundo. Neste caso, a solução é adotar um sistema WMS guiado por processo.

Benefícios de um WMS guiado por processos

Um sistema WMS flexível que possui ferramentas de adaptabilidade para desenvolvimento de particularidades é o que chamamos de sistema baseado por processo. Este sistema permite se moldar, de acordo com os processos de gestão logística de sua empresa, sendo muito mais flexível e versátil. Trata-se de uma solução bem mais aberta e que pode ser customizada de acordo com a rotina de trabalho do armazém.

Isso evita que toda a cultura interna de seu empreendimento tenha que ser replanejada para se adaptar ao software, como geralmente acontece nas plataformas guiadas por flags.

Além disso, um WMS bem estruturado, para ser flexível, possui camadas tecnológicas e de negócios separadas, facilitando upgrades e fazendo com que seu sistema esteja sempre tecnologicamente atualizado, isto sem impactar nas particularidades do seu negócio.

Como escolher um bom WMS?

É necessário pesquisar bem antes de escolher um sistema WMS para fazer a gestão logística de seu armazém. Como já abordado anteriormente, o risco de contratar uma solução ineficaz é alto e pode trazer inúmeros prejuízos ao seu negócio. Uma das características que devem ser observadas antes da contratação é se o sistema é flexível o suficiente para acompanhar as transformações da sua empresa de forma que possam ser usados em um nível mais especializado.

Toda companhia aprimora suas atividades com o passar do tempo e suas ferramentas tecnológicas devem ser capazes de acompanhar essa evolução. Optar pela ferramenta de gestão logística errada significa investir em um serviço ou produto que não atenderá às suas expectativas, tendo que ser, mais cedo ou mais tarde, substituída por outra solução.

O sistema de WMS HighJump, por exemplo, prioriza os processos da sua empresa e é flexível o suficiente para ser modificado de acordo com a sua demanda, além, é claro, de possuir um conjunto robusto de processos baseados nas melhores práticas do mercado. Ainda, ele é integrado com outras soluções que você utiliza em sua rotina administrativa. Clique aqui e saiba mais sobre essa plataforma!

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?