WMS Highjump + módulos complementares: o pacote completo para a gestão do atacado

Para manter a vantagem competitiva e satisfazer as demandas dos clientes, o atacado procura reduzir custos operacionais e aumentar sua efetividade. E, também como uma necessidade de adaptação aos anseios do mercado, leva à adoção de formas híbridas, como o atacarejo.

Mas, se a empresa não conta com um sistema WMS preparado para essas mudanças, acaba perdendo mercado. A adoção do HighJump é a saída para alcançar um impacto positivo nas atividades de supply chain.

Já adotado pelo Martins, quarto maior atacadista da América Latina, o sistema WMS gerencia as operações nos oito CDs (Centro de Distribuição) da empresa, sendo uma solução estratégica para o negócio. Com a sua utilização foi possível aumentar a produção em cerca de 18%, com a mesma quantidade de recursos.  

Confira abaixo, como os módulos complementares do sistema WMS HighJump podem trazer mais flexibilidade aos processos de supply chain do atacado e atacarejo, promovendo mais valor na operação.

 

#1 GESTÃO DE MÃO DE OBRA

A mão de obra é um dos principais custos nas operações de armazenagem e distribuição. O Labor Management (Gestão da mão de obra) tem como objetivo otimizar a força de trabalho e elevar a produtividade da equipe logística.

Com esse módulo do HighJump, é possível reduzir custos e aumentar a vantagem competitiva da empresa ao medir e rastrear com máxima eficiência as atividades operacionais.

Sua utilização é importante pois possibilita avaliar em tempo real e de maneira detalhada toda a operação de um armazém – alocando o colaborador certo na atividade certa e na hora certa. Permite também fazer o planejamento e a medição das atividades da operação. Essa ação é capaz de encontrar pontos de melhoria dentro do supply chain do atacado e atacarejo, assim aumentando a eficiência dos seus processos.

Outro benefício é a alta performance do armazém por meio da padronização, com ganho nas execuções de cada operação com o melhor método e no menor tempo. Isso reforça os métodos de gestão de mão de obra com ideais de meritocracia e autogestão.


#2 GESTÃO DE PÁTIO

O Yard Management (Gestão de pátio) da HighJump é capaz de controlar tanto o pátio como as tarefas ligadas a esse setor de maneira integrada, segura e otimizada. Com ele, a frota de caminhões, motoristas e produtos são gerenciados desde a chegada ao portão até a saída do pátio.

O módulo também é capaz de prover informações e relatórios precisos que prestem suporte para decisões mais acertadas no atacado e atacarejo, otimizando o fluxo de materiais e reduzindo os custos nas operações de gestão de pátio.

Conheça outras vantagens:

  • Controle e gestão do pátio: garante um fluxo de tarefas seguro e inteligente por meio da visibilidade e da rastreabilidade em tempo real, de caminhões, carretas, motoristas e inventário;
  • Gerenciamento multi pátios: visualiza e gerencia diversos pátios simultaneamente, não importando se eles estão em um mesmo lugar ou espalhados geograficamente;
  • Agendamento dinâmico: otimiza a alocação de docas, priorizando corretamente as cargas e descargas. Ele evita a duplicidade nos agendamentos, mesmo quando ocorrem imprevistos e mudanças de última hora na gestão de pátio;
  • Avaliação de transportadoras: rastreia rapidamente as causas de eventuais problemas e avalia a performance de transportadoras, de acordo com critérios como: pontualidade, condições do equipamento e apresentação do motorista, entre outros;
  • Inventário: realiza o inventário durante a permanência do caminhão no pátio, com dados fornecidos via tela web ou coletor. A capacidade de identificar as oportunidades de cross-docking garante a priorização no recebimento da carga.



#3 BI-PULSE

Medir o trabalho do setor logístico é de grande importância para os atacadistas. Com o módulo BI-Pulse da HighJump, é muito simples acompanhar KPIs (Key Performance Indicator) por meio de dashboards avançados e intuitivos. Eles facilitam a identificação de informações significativas para a tomada de decisão.

Com ele, é possível ter também:

  • Visibilidade flexível: personalizar os painéis individualmente, da maneira que for mais confortável e útil para cada necessidade, definindo tamanho, cor e a melhor posição no dashboard de logística;
  • Personalização por nível: definir a exibição dos painéis e gráficos por nível de responsabilidade: tático, executivo e operacional. Isso permite otimizar a visualização das informações essenciais para cada nível da gestão logística;
  • Design responsivo: adequar os dashboards  ao dispositivo de exibição (desktop, tablet, smartphone) e dimensionar o conteúdo para cada tamanho de tela;
  • Aderência: fornecer as melhores práticas de KPIs para gestão da cadeia de suprimentos, juntamente com a extensibilidade para construir outros indicadores específicos para o atacado e atacarejo;
  • Diversos formatos: exportar os gráficos de desempenho para os mais diversos formatos, facilitando a replicação das informações para relatórios, apresentações visuais em reuniões e compartilhamento por e-mail, entre outros;
  • Alertas: configurar alertas de maneira fácil e prática com envio de e-mail, mensagem de texto ou avisos de painel. Dessa forma, o gestor receberá avisos quando um KPI atender a critérios estabelecidos, o que facilita o acompanhamento dos resultados de desempenho da operação no dashboard de logística;
  • Visualização on time: exibir índices de desempenho no dashboard de logística de maneira contínua e simultânea no momento em que as tarefas acontecem. Isso facilita ações pontuais do gestor e o acompanhamento de resultados parciais ao longo do dia;
  • Atualização Cloud: publicar novos KPIs via cloud, facilitando o download e a rápida atualização do negócio com as melhores práticas disponíveis para a gestão da cadeia de suprimentos.



#4 SLOTTING

A técnica de Slotting (que tem como principal objetivo otimizar a utilização do espaço de estocagem do armazém ou centro de distribuição) também pode ser colocada em prática com o sistema WMS HighJump. O resultado é uma maior produtividade, pois otimiza, de maneira contínua a armazenagem de produtos a partir das necessidades específicas de cada atacadista, com uma ampla gama de benefícios.

Confira abaixo, quais são eles:

  • Maximiza a utilização do espaço: como o espaço no armazém é valioso, a otimização dos locais destinados à colocação de produtos é essencial; Armazená-los de acordo com suas regras de negócio ajuda a garantir que nenhum espaço seja desperdiçado;
  • Melhora a segurança dos trabalhadores: armazenar os produtos de maior giro em zonas especiais reduz o tempo de busca por eles. Isso resulta em mais segurança para os trabalhadores (já que eles se deslocam menos)  e crescimento da taxa de produtividade;
  • Amplia as principais métricas de desempenho: com o aumento na eficiência do armazém, a diretoria da empresa verá melhorias relacionadas às métricas mais importantes do supply chain do atacado e atacarejo.

 

Descubra todo o potencial do seu armazém e otimize o supply chain com a ajuda do sistema WMS HighJump. Entre agora mesmo em contato com a Otimis!

 

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?