4 SINAIS DE QUE VOCÊ PRECISA INVESTIR EM TECNOLOGIA NA GESTÃO LOGÍSTICA

Muitas empresas enfrentam dificuldades diárias com a ineficiência nos processos logísticos por falta de técnica e recursos eficientes de gestão. Algumas ainda investem no trabalho manual, o que demanda tempo e — muita — estratégia de negócio na gestão logística. O trabalho fica acumulado e a falta de organização impera no ambiente, o que acaba prejudicando o serviço dos operadores e o atendimento ao cliente, que espera contratar um serviço aprimorado. Você passa ou já passou por isso?

Essa ineficiência é causada, principalmente, pela falta de sistematização dos processos. As empresas ficam estagnadas usando mais tempo para resolver problemas dentro do armazém do que planejando processos e estratégias mais eficientes para os clientes e até mesmo os operadores. Além do mais, organizações que ainda não se adaptaram à tecnologia tendem a ficar para trás em um mercado tão competitivo que exige, de forma constante, inovação.

De acordo com uma pesquisa conduzida pela TNS Research, empresas que investem em tecnologia para a gestão logística, como mobilidade e cloud computing, estão experimentando taxas de crescimento de receita de até 53% mais altas do que aquelas que não se adaptaram a esses conceitos. Fica claro que os ganhos de competitividade gerados por investimentos em tecnologia tendem a crescer cada vez mais.

A gestão logística lida com alguns desafios diários, como a falta de espaço no armazém ou endereços sempre “meio” cheios. Quando o gerenciamento é feito de forma manual, esses desafios podem se tornar um problema, pois tomam tempo, impedem a produtividade no setor e prejudicam o trabalho dos colaboradores. Sua empresa pode dar pistas de que precisa olhar para os recursos tecnológicos estrategicamente.

 

Confira os quatro sinais de que você precisa investir em tecnologia na gestão logística!

 

Falta de controle da mão de obra

Imagine poder analisar o desempenho da mão de obra. São inúmeros os desafios de controle dentro do armazém, que precisam ter os processos gerenciados de perto. Identificar como o operador está fazendo algumas das rotinas diárias, como verificar as embalagens, realizar o recebimento e o reabastecimento, tornam a gestão mais imprecisa quando não auxiliada por uma solução tecnológica.

A tecnologia permite analisar cada operação e os resultados dela. Além de agilizar ainda mais as atividades e aumentar a produtividade em outras áreas da operação. Com isso, é possível simplificar tarefas rotineiras, como reabastecimento de mercadorias ou atividades de gerenciamento, incluindo o agendamento de manutenção de estoques.

 

Falta de visibilidade em tempo real

A falta de visibilidade na gestão logística é um dos fatores que pode dar abertura para grandes erros dentro do armazém. Quando não se pode ter um panorama de todas as operações, no mesmo momento, é difícil saber se algo ficou para trás e se todos os procedimentos foram feitos de forma correta.

Um sistema de gerenciamento permite que toda movimentação dentro do centro de distribuição seja monitorada, em tempo real, trazendo maior controle e confiança ao gestor. Todos os passos dos operadores são visíveis e qualquer procedimento fora do padrão pode ser revisto. O monitoramento da equipe também tem a possibilidade de ser feito em tempo real, permitindo gerenciamento mais eficaz dos recursos humanos.

 

Falta de rastreabilidade em tempo real

Você tem o controle total dos produtos assim que eles entram no armazém ou são retirados da prateleira? Essa falta de rastreabilidade impede que a gestão logística tenha conhecimento do ciclo do pedido e, da mesma forma, é impedido de fornecer informações acuradas para os clientes.

A rastreabilidade do ciclo do pedido traz uma informação em tempo real e permite o inventário cíclico. Ou seja, além da rastreabilidade, durante o processo de separação, por exemplo, o sistema indica ao operador qual é o melhor momento para realizar a contagem, sem parar o operação.

 

Dificuldade de trabalhar com diferentes operações

Hoje mais armazéns estão se voltando para a utilização de sistemas com a finalidade de facilitar as operações. Tudo se resume à eficiência e a superar a concorrência a cada passo do caminho, desde a cadeia de suprimentos até as vendas e entregas.

No entanto, muitas organizações ainda têm dificuldade de trabalhar e operacionalizar diferentes processos. Falta mão de obra e qualificação por parte dos colaboradores, além de tempo para cuidar de cada fase da operação.

Um sistema de gerenciamento pode reunir todas as informações em um só lugar, otimizando tempo para a gestão logística e tornando os procedimentos muito mais simples e eficientes.

Sem um sistema, as empresas muitas vezes não sabem o que têm em estoque, prejudicando a acuracidade. A visibilidade inadequada pode levar a um acúmulo excessivo de estoque ou uma escassez inesperada à diminuição do fluxo de caixa. Assim, aumentam os problemas de armazenamento, as despesas e, por fim, é apresentado ao cliente um serviço deficiente.

Investir em tecnologia é mais do que fundamental para os procedimentos da gestão logística. Dessa forma, a empresa se torna mais rápida, mais enxuta e mais eficiente, graças à melhoria provocada pelo uso de um sistema de gerenciamento. As operações de logística são a chave para uma empresa bem sucedida, uma vez que os líderes da indústria e os seus clientes contam com acesso rápido a informações mais precisas.

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?