Desmistificando os 5 mitos mais comuns sobre Armazéns Automatizados

Com os rápidos avanços na tecnologia, os armazéns cresceram além de sua função básica de simplesmente armazenar inventário. Em vez disso, eles agora servem para agregar maior valor à cadeia de suprimento.


Armazéns tradicionais X armazéns automatizados
Os trabalhadores em armazéns manuais tradicionais costumam usar métodos estabelecidos há muito tempo para coleta de pedidos, como ordens de pedidos em papel papel para separar itens das prateleiras. E para lidar com o movimento de mercadorias de um local de picking para outro, sistemas de manuseio manual e mecanizações, como empilhadeiras e transportadores, podem ser utilizados. No entanto, embora o uso de tais equipamentos possa ajudar a reduzir o cansaço físico dos trabalhadores, alguns riscos reais incluem segurança no local de trabalho, estoque danificado e imprecisões no picking de pedidos.

Por esses motivos, os armazéns não podem contar apenas com processos manuais tradicionais para acompanhar a demanda, especialmente com o aumento dos custos de mão-de-obra, bem como com o aumento das expectativas dos consumidores nos níveis de serviço. Os armazéns automatizados reúnem uma variedade de tecnologias complementares, todas trabalhando em harmonia para receber, processar e despachar mercadorias.

Ainda assim, com a infinidade de benefícios associados à adoção da automação em armazéns, os fabricantes podem hesitar em entrar no caminho da onda. Vamos revisar os mitos comuns de automação de armazéns e separar os fatos da ficção.

 

DESMISTIFICANDO OS 5 MITOS DE ARMAZÉNS AUTOMATIZADOS


#1 As soluções inteligentes são adequadas apenas para grandes empresas multinacionais

Algumas empresas temem que soluções automatizadas compliquem seus processos logísticos claramente definidos. No entanto, a automação não é reservada apenas para grandes corporações - soluções inteligentes podem beneficiar negócios de qualquer escala. Os proprietários de empresas de todos os tamanhos podem dedicar tempo a tarefas e objetivos que realmente importam, por exemplo, automatizar processos repetitivos.

Hoje, a tecnologia de automação é a chave para capacitar as empresas no que diz respeito à logística, pois as soluções automatizadas permitem que as empresas não apenas processem tarefas mais rapidamente, mas também acelerar os pedidos com mais eficiência, melhorando o atendimento ao cliente em geral. No entanto, os proprietários de empresas podem sentir-se hesitantes em adotar a automação devido à falta de experiência na integração e execução de novas tecnologias. Portanto, a seleção cuidadosa e a nomeação de um forte fornecedor de intralogística é essencial, para que os proprietários das empresas possam identificar e implementar as soluções de automação certas para suas necessidades.


#2 Os equipamentos automatizados são caros

A maioria das empresas pode apreciar facilmente como os processos automatizados oferecem os benefícios do manuseio logístico rápido e consistente, com pouco ou nenhum envolvimento humano. No entanto, como qualquer outro grande investimento, há muitos fatores a serem considerados antes de assinar na linha pontilhada - e o alto custo da automação é um deles.

As empresas farão bem ao perceber que soluções automatizadas não são soluções de curto prazo; de fato, muitas vezes será difícil ou quase impossível justificar a relevância e o valor a curto prazo associados a essas soluções. Um ponto importante a ser lembrado é que essas tecnologias inteligentes ajudam a otimizar processos, reduzindo custos a longo prazo. Além disso, soluções inteligentes ajudam as empresas a controlar seus orçamentos com mais eficiência, gerando taxas mais altas de precisão e eficiência, reduzindo a dependência de mão-de-obra e, por sua vez, diminuindo o custo médio de um erro armazém. O custo inicial das soluções automatizadas pode parecer alto, mas o retorno do investimento justificará o investimento.

#3 As soluções inteligentes beneficiam apenas armazéns com itens consideráveis ou grandes volumes de mercadorias

As soluções inteligentes são projetadas para lidar com todos os tipos de produtos com eficiência, independentemente do tamanho ou volume. Por exemplo, as empresas que precisam armazenar e transportar pequenos produtos como microchips podem usar soluções inteligentes como o mini-load ASRS, que fornece armazenamento e recuperação rápida e eficiente para contêineres, bandejas e caixotes. Soluções como o Warehouse Management System (WMS) são projetadas para otimizar constantemente as operações do armazém, adaptando-se rapidamente a diferentes situações. Desta forma, empresas com volumes menores também podem colher os benefícios de soluções inteligentes.

Outro benefício que as empresas podem usufruir com a automação inteligente é a liberdade e a flexibilidade para expandir seus negócios. Quando projetados adequadamente, os armazéns inteligentes poderão lidar com novos surtos de crescimento sem problemas, dando a esses armazéns uma vantagem competitiva sobre os manuais.

#4 Avarias no sistema inteligente acarretam riscos de paradas mais longas e custos de recuperação mais altos

Embora alguns problemas de TI com base em dados e algum tempo de inatividade possam sempre ocorrer, as soluções inteligentes, como um WMS, podem ajudar a mitigar os riscos, alertando os operadores do armazém sobre possíveis falhas no equipamento, reduzindo a possibilidade de atrasos ou inatividade prolongados ou inesperados. E, diferentemente dos armazéns tradicionais, os sistemas inteligentes de armazém podem oferecer visibilidade total das operações, do estoque e das condições do armazém, com pouco ou nenhum envolvimento humano.


#5 Soluções automatizadas são volumosas

O espaço é um recurso finito que precisa ser projetado com atenção, e sistemas inteligentes de armazenamento podem ser instalados para que espaços limitados sejam utilizados com mais eficiência. Por exemplo, armazéns que empregam robôs para recuperação e armazenamento de produtos eliminam a necessidade de corredores largos. Esses espaços podem ser usados para armazenamento adicional. Outro sistema popular de armazenamento inteligente que pode ajudar a armazenar mais produtos em áreas limitadas é o sistema automatizado de armazenamento e recuperação (ASRS), que utiliza espaços verticais de armazenamento para obter maior densidade de armazenamento em comparação com os armazéns convencionais com estantes de baixa altura.

 

Conclusão

Mais empresas estarão explorando e investindo em soluções inteligentes de armazém nos próximos anos, pois estima-se que o mercado global de automação de armazém dobrará até 2025. [1] À medida que as empresas buscam mais oportunidades para expandir serviços, investir em tecnologia é um passo importante para não apenas sobreviver, mas também prosperar em um ambiente altamente competitivo e em rápida mudança.

No entanto, as empresas precisam estar cientes de que a implementação de um armazém automatizado vai além da simples instalação de robôs e soluções inteligentes - deve ter a capacidade de incorporá-lo sem problemas ao armazém dentro de um período ideal. Especialistas em intralogística, como a Körber, têm a experiência necessária para vencer as complexidades da cadeia de suprimentos, criando soluções personalizadas de armazenagem para clientes em uma variedade de setores, independentemente do tamanho do armazém. Com a ajuda dos especialistas em intralogística certos, as empresas podem contar com a execução de armazéns produtivos e eficientes que garantirão sua competitividade no mercado a longo prazo.

 

Escrito por Poul Lorentzen (General Manager, Körber Supply Chain Automation)

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?