O pesadelo do armazém parado: escolha o WMS certo e não corra risco

Imagine a cena: você está no armazém e, de repente, todas as operações na gestão de distribuição param de funcionar. Você vai verificar as causas do problema e descobre que o sistema de gerenciamento simplesmente travou e engessou, por completo, o fluxo de mercadorias. E o pior: nada entra e nem sai! Complicado, não é mesmo? Se um WMS (Sistema de Gerenciamento de Armazém) possui tantos benefícios, por que algumas empresas ainda sofrem com sistemas que param toda a produção do armazém?

A automação trouxe um retorno significativo sobre o investimento de um armazém, isso é fato! O grande volume de processos atuais no gerenciamento tornaram os procedimentos de rastreamento manuscritos ultrapassados. O mesmo problema existe com a entrada manual de informações em computadores. No entanto, ao optar por um processo tecnológico é preciso considerar as necessidades reais da gestão de distribuição e o que esse sistema terá que suportar. Isso porque nem todo sistema funciona de forma eficaz, alguns deles não têm a estrutura necessária para suportar a quantidade de dados trafegados. 

Os Sistemas de Gerenciamento de Armazém são descritos como uma tecnologia avançada e processos operacionais que otimizam todas as funções de armazenagem. Essas funções normalmente começam com recibos de fornecedores e terminam com transferências para clientes, incluindo todos os movimentos da gestão de distribuição e fluxos de informação. Na prática, as soluções bem-sucedidas do WMS geralmente são projetadas para mesclar hardware, software e equipamentos com melhores práticas operacionais para gerenciar estoque, espaço e mão-de-obra. Mesmo assim, muitos deles não suportam as demandas exigidas em uma empresa e podem causar problemas à produção.

Como evitar que um WMS coloque em risco os procedimentos de negócio?

Um Sistema de Gerenciamento de Armazém precisa ser robusto para suportar a quantidade de dados trafegados, por isso uma série de "ações" precisa ser levada em consideração para não acontecer falhas durante o serviço. 

# Funcionalidade máxima

A primeira coisa que você precisa saber sobre uma solução WMS é o que ele pode fazer por você. Ao analisar uma solução WMS, pergunte a si mesmo: "será que este WMS irá agilizar os processos da minha operação?" Um WMS deve ser capaz de possibilitar visibilidade total do centro de distribuição. Muitos sistemas não são capazes de suportar a demanda da empresa. Preste atenção nos recursos oferecidos.

# LMS (Labor Management System)

O Sistema de Gerenciamento da Força de Trabalho é uma ferramenta de controle da mão-de-obra em Centros de Distribuição, que foca no método e nas pessoas, e tem a função de trazer uma melhora significativa no desempenho operacional ao estabelecer uma padronização da execução das operações ao incentivar o aumento do aproveitamento do tempo real de utilização da mão de obra.

# Arquitetura

O software precisa ser personalizado para atender às necessidades da empresa. Quanto mais flexível for o WMS, menos personalização será necessária. Minimizar a customização é geralmente uma das chaves para um projeto bem-sucedido. Embora a maioria dos sistemas de gerenciamento de armazém sejam construídos para atender aos padrões da indústria, mudanças podem ser necessárias na forma como o armazém funciona. Por este motivo, a arquitetura deve ser flexível.

# Atualização

Muitos WMS convencionais só permitem mudanças através de uma inflexível e morosa codificação. Isso pode resultar em perda de vantagem competitiva e, possivelmente, danos irreparáveis às relações com os clientes. Além disso, em algum momento se tornará impossível receber qualquer retorno de investimento. É crucial que um WMS permita uma atualização constante e upgrades simplificados, assim evita problemas durante as operações.

# Estratégia de suporte bem definida

Além da seleção de um WMS que ofereça arquitetura necessária para integração, o desafio reside, também, em levar em conta os requisitos do usuário do sistema em relação ao controle operacional e os processos de negócios. Seu sistema precisa estar preparado para eventuais mudanças e ter disponível um sistema de suporte por parte do seu fornecedor, com um time especializado e domínio da aplicação.

Quais são as demandas da sua empresa? O WMS precisa ser eficaz o suficiente para atender todas as exigências da operação. Isso não significa que, pela sua agilidade, o sistema não necessite de ajustes durante o processo. Mas quando isso eventualmente ocorrer, o tempo de pausa é muito menor, evitando que a produção fique estagnada. Reduzir os riscos é uma parte essencial da implementação do Sistema de Gestão do Armazém para a gestão de distribuição. O principal objetivo é avaliar os riscos e tomar medidas para minimizá-los. Um sistema de gerenciamento bem projetado determina o uso mais eficaz do trabalho, e ainda reduz as despesas operacionais.

Quando as operações na gestão de distribuição fluem sem problemas, os funcionários sentem-se melhor em seu ambiente de trabalho. Há melhoria da produtividade e rentabilidade, tornando o time mais engajado em relação às metas da empresas, já que, agora, ele não precisa mais gastar energia tentando descobrir de onde vêm os problemas. A implementação de um WMS permite que uma empresa aumente sua vantagem competitiva, melhorando o serviço ao cliente, a flexibilidade e a capacidade de resposta e aumentando a precisão do estoque.

> Deixe seu comentário

Entre em contato
+55 47 3036 7800 (SC)
+55 11 3027 4197 (SP)
+56 2 2840 5916 (CHILE)
otimis@otimis.com

Newsletter

Gostaria de receber nossas novidades no seu email?